sexta-feira, 10 de junho de 2016

duras demais

abraçado aos joelhos
o tronco arqueado
sacudido pelos soluços
fazem parecer que eu já saí
indefesas no chão
nossas roupas sussuram
palavras duras demais
um a um seus pedaços doloridos
lançam tentáculos sobre mim

abril foi mais um aniversário
inaugurando o tempo de retirar
de minha dieta diária
o sal, a lactose, o glúten  e o açúcar
e esperar o apocalipse
é tanta pasmaceira
que eu quase preferia anzóis
presos às orbitas dos meus olhos
só para ter algo que sentir
há vinte anos desisto de partir
então beije-me até
que meus dentes se estilhacem

Nenhum comentário:

Postar um comentário