quinta-feira, 6 de julho de 2017

quando

quando deixou de tocar meus pés sobre os lençóis enquanto dormia
quando não pode amar o meu sorriso quando não sorria para você
quando deixou o amor escorrer para o ralo por falta de cuidado
quando negligenciou as poucas coisas que fazíamos juntos
quando decidiu deliberadamente ficar para trás
quando atirou as sandálias ao rio por ódio
quando foi avarento com a venda do carro
quando quis ser mais macho que homem
quando impediu que eu tivesse um gato
quando o tesão se divorciou da poesia
quando não soube amar meus filhos
quando deixou de dançar comigo
quando quis que eu fosse menos
quando me quis menos
quando silenciou
quando


Nenhum comentário:

Postar um comentário