domingo, 26 de março de 2017

um homem

que veja beleza
em pernas dogmáticas
ancas largas
na voz desamparada
no último suspiro
de uma náufraga

que saiba alucinar
bebendo a poesia
de um domingo rosa
que saiba todos os sentidos do rosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário