domingo, 28 de setembro de 2014

soslaio da noite

a revelia do ódio 
roubou-se a chave do sono e dos sonhos
e consumou-se um beijo bandido

afrouxou-se o diafragma
a respiração tornou-se leve e ritmada 
para acolher a carícia

escrevo para repetir ad eternum
sua sensualidade

NSL
28/09/14

Nenhum comentário:

Postar um comentário